Programação Científica



30 DE JULHO | SÁBADO


• Sala 02 - Vascular
08:30-10:00MESA REDONDA: DOENÇA ARTÉRIAL PERIFÉRICA
Graduação da estenose arterial supra e infra patelar
Vigilância após revascularização arterial periférica (endovascular e cirúrgica)
Interpretação e implicações clínicas da nova terminologia para os padrões de ondas arteriais
Doença não aterosclerótica dos membros inferiores
Trauma arterial após procedimentos: diagnóstico e tratamento
Discussão
10:00-10:30INTERVALO
10:30-10:45CONFERÊNCIA: AVALIAÇÃO DO RISCO CARDIOVASCULAR: AINDA HÁ ESPAÇO PARA A ULTRASSONOGRAFIA DAS ARTÉRIAS CARÓTIDAS?
10:45-12:00MESA REDONDA: ULTRASSONOGRAFIA DAS ARTÉRIAS CARÓTIDAS E VERTEBRAIS
Importância da avaliação morfológica da placa carotídea: como a ultrassonografia vascular pode contribuir?
Quantificação das estenoses carotídeas: alguma mudança de parâmetros anatômicos e velocimétricos? Diante de tantas tabelas, qual escolher para graduar?
Seguimento após abordagem endovascular e cirúrgica das artérias carótidas: o que podemos encontrar e como relatar
Artérias vertebrais: avaliação ultrassonográfica dos padrões de fluxo e estenoses
A USV e a doença carotídea não aterosclerótica: critérios dignósticos relevantes
Discussão
12:00-14:00INTERVALO
14:00-14:20CONFERÊNCIA: O ESTADO DA ARTE DA USV, DO IVUS E DOS EXAMES COM MARCADORES CELULARES!
14:20-15:30MESA REDONDA: AORTA E RAMOS: O QUE O ECOGRAFISTA E O ECOCARDIOGRAFISTA DEVEM SABER?
O papel do USV: rastreamento, diagnóstico e seguimento da doença aneurismática aorto-ilíaca - quais informações devem constar nos laudos?
O USV após o tratamento endovascular do aneurisma da aorta abdominal: em que momento estamos?
Tronco celíaco e artéria mesentérica: critérios ecográficos para avaliação pré e pós abordagem terapêutica
Avaliação da doença arterial obstrutiva aorto-ilíaca ao USV: do diagnóstico ao tratamento
Avaliação das artérias renais: aplicabilidade da ultrassonografia
Discussão
Discussão
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:30DESAFIO VASCULAR: CASOS INTERESSANTES - [[SESSÃO INTERATIVA]]
Vamos discutir seu caso clínico? Sessão interativa com premiação - apresentação, platéia vota, resultado com explicação, voltado para carótidas e trombose

• Sala 04 - Eco Adulto
08:30-10:00MESA-REDONDA: PAPEL DA ECOCARDIOGRAFIA NO AUXÍLIO ÀS INTERVENÇÕES PERCUTÂNEAS
Qual a importância da imagem para mim? O que diz o hemodinamicista especialista
TAVI na era dos procedimentos minimamente invasivos. O que precisamos verificar?
MitraClip: da seleção do paciente à orientação do procedimento
Oclusão de apêndice atrial esquerdo. Como guiar o procedimento?
Oclusão de refluxos paraprotéticos: alternativa real aos procedimentos cirúrgicos?
Discussão
10:00-10:30INTERVALO
10:30-12:00MESA-REDONDA: MYOCARDIAL WORK - POR QUE E PARA QUEM?
Fundamentos técnicos do myocardial work
Myocardial Work em CRT
Myocardial Work na estratificação prognóstica de DAC
Myocardial Work na vida real: estamos preparados?
Perspectivas Futuras no uso do Myocardial Work
Discussão
12:00-14:00INTERVALO
12:30-13:30SIMPÓSIO SATÉLITE
14:00-15:30MESA-REDONDA: USO DE CONTRASTE POR MICROBOLHAS NA ATUALIDADE
Aplicações do contraste em Ecocardiografia: estado da arte
Massas intracavitárias. Contraste pode salvar o dia!
Ecocardiografia sob estresse. O contraste faz a diferença!
Uso de contraste por microbolhas para realce vascular – qual a utilidade?
Sonotrombolisia: estado da arte
Discussão
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:30MESA-REDONDA: INSUFICIÊNCIA MITRAL
Caso Clínico
Mecanismos fisiopatológicos de regurgitação mitral
Como quantificar com acurácia a insuficiência mitral
Prolapso da valva mitral com disjunção de anel. Como eu diagnostico e qual a importância
Procedimentos cirúrgicos da valva mitral. Onde o Eco 3D definitivamente faz a diferença?
Discussão

• Sala 06 - Congenitas
08:30-10:00SESSÃO: VIRADO À PAULISTA (MISCELÂNIA)
Valvopatia reumática
Avaliação de próteses valvares na pediatria
Strain na avaliação das cardiopatias congênitas
O contraste na ecocardiografia pediátrica
Discussão
10:00-10:30INTERVALO
10:30-12:00MESA REDONDA: VENTRÍCULO BORDERLINE: COMO PREDIZER A CORREÇÃO BIVENTRICULAR?
Ventrículo esquerdo borderline: papel da ecocardiografia
Ventrículo direito borderline: papel da ecocardiografia
Ventrículo borderline: quando a RM e a TC podem acrescentar informação essencial?
Ventrículo borderline: papel do hemodinamicista
Discussão
12:00-14:00INTERVALO
14:00-15:30MESA REDONDA: SAINDO DA CAIXINHA DAS CARDIOPATIAS CONGÊNITAS
O coração do nefropata crônico
Desvendando o diagnóstico diferencial das miocardiopatias ao ecocardiograma
Doença de Kawasaki
O coração nas doenças do tecido conectivo
Avaliação pós transplante cardíaco
Discussão
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:00SESSÃO CONJUNTA ASE/DIC/SISIAC
Qualidade nos laboratórios brasileiros
Qualidade nos laboratórios dos EUA
Estado atual da qualidade nos laboratórios da América Latina
Discussão
17:00-18:00SESSÃO: ECO SEM LIMITES - HORA DE JOGO!

• Sala 01 - Eco Adulto
08:30-09:30MESA REDONDA: FUNÇÃO DIASTÓLICA: PONTO DE VISTA DOS EXPERTS
Desafio em diástole: como determinar pressão de enchimento na fibrilação atrial
Avaliação da função diastólica: quanto mais simples, melhor!
Diástole é complexa! Precisamos seguir um algoritmo abrangente
Discussão
09:30-10:00CONFERÊNCIA SISIAC: ECOCARDIOGRAFIA NA PANDEMIA DE COVID-19
10:00-10:30INTERVALO
10:30-12:00SESSÃO INTERNACIONAL MULTISOCIEDADE - SBC/DIC/ASE/EACVI/SISIAC: A EVOLUÇÃO DA ECOCARDIOGRAFIA
Do modo "A" para a análise de deformação por inteligência artificial: o que o strain tem nos oferecido?
Da distância ao volume: como o 3D Echo impactou as decisões clínicas?
A evolução da Ecocardiografia como ferramenta na estimativa de risco cardiovascular
A evolução da portabilidade Echo e seu impacto nas decisões clínicas em pacientes hospitalizados
Discussão
12:00-14:00INTERVALO
12:30-13:30SIMPÓSIO SATÉLITE
14:00-15:00SESSÃO DUELO DE TITÃS: MONITORIZANDO A TAVI: ECO TRANSTORÁCICO X TRANSESOFÁGICO [[SESSÃO INTERATIVA]]
Eco transtorácico é suficiente!
Não! Precisa ser transesofágico!
Réplica
Tréplica
Discussão
15:00-15:30CONFERÊNCIA ASE: ECO 3D NA AVALIAÇÃO DA VALVA MITRAL E COMO GUIA PARA INTERVENÇÃO PERCUTÂNEA
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:30SESSÃO DIC/EACVI: AVALIANDO O RISCO CARDIOVASCULAR DO MEU PACIENTE ATLETA
Caso clínico
Avaliação dos diferentes tipos de adaptação ao exercício pelo eco-3D
Coração de atleta ou cardiomiopatia hipertrófica? Papel do strain na “zona cinzenta”
Imagem por ressonância magnética cardíaca na diferenciação de coração de atleta e cardiomiopatias
Ecostress com esforço físico: qual a interpretação no coração de atleta?
Discussão
17:30-18:45PLENÁRIO DE CERTIFICAÇÃO E DEFESA PROFISSIONAL
A experiência de Messejana
Aspectos técnicos da acreditação
Defesa profissional
Discussão
18:50-20:20ASSEMBLEIA GERAL

• Sala 03 - Eco Adulto
08:30-10:00MESA-REDONDA: AMILOIDOSE CARDÍACA: A IMAGEM ABRIU A CAIXA DE PANDORA!
Amiloidose cardíaca: o caminho percorrido pelo especialista para o diagnóstico e prognóstico
O Eco, a suspeita, o diagnóstico e o prognóstico
Guiando o tratamento baseado nos métodos de imagem - RMC
O papel da cardiologia nuclear
Perspectivas futuras na avaliação da amiloidose por métodos de imagem
Discussão
10:00-10:30INTERVALO
10:30-12:00MESA-REDONDA: O BÁSICO DAS NOVAS TECNOLOGIAS
Função sistólica: o que realmente estamos tentando medir?
Strain miocárdico, twist e torção do VE: passo a passo, dificuldades e interpretação
O básico do ecocardiograma 3D
Quero usar contraste ecocardiográfico. O que devo saber?
Discussão
12:00-14:00INTERVALO
12:30-13:30SIMPÓSIO SATÉLITE
14:00-15:30SESSÃO DIC/SISIAC: MESA REDONDA INTERNACIONAL EM ESTENOSE AÓRTICA GRAVE
As mil faces da estenose aórtica: Parâmetros convencionais e novos parâmetros para classificação
Estenose aórtica de baixo fluxo-baixo gradiente: dificuldades para o diagnóstico
Ecocardiografia 3D: ganhos para determinar a gravidade
A importância da avaliação completa do ventrículo esquerdo na estenose aórtica grave. Como eu faço
Discussão
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:30MESA-REDONDA: A MULTIMODALIDADE NA DOENÇA VALVAR E PRÓTESES VALVARES
Aumento de gradiente em próteses valvares: desproporção ou disfunção? Como diferenciar?
Como detectar disfunção de próteses percutâneas na TAVR e no valve-in-valve mitral e aórtico?
Disfunções de próteses valvares: qual o papel da TC?
Endocardite em valvas nativas, próteses valvares e outros dispositivos. O Eco é fundamental!
Medicina nuclear na avaliação de endocardite de próteses valvares e dispositivos: state-of-the-art
Discussão
17:30-17:40INTERVALO
17:40-18:40MESA-REDONDA: A MULTIMODALIDADE NA COVID-19: A IMAGEM DA VIDA REAL DA PANDEMIA!
COVID-19: onde estamos, para onde vamos. O atual momento mundial e perspectivas futuras
O Ecocardiograma no COVID-19 agudo, complicações e seguimento
O que a RMC tem nos mostrado na COVID-19?
Discussão

• Sala 05 - Imagem
08:30-10:00TOMOGRAFIA ESTRUTURAL: PASSO A PASSO NA AVALIAÇÃO ESTRUTURAL PARA INTERVENÇÃO VALVAR MITRAL E AÓRTICA
TAVI
Valve-in-valve aórtico
Valve-in-valve mitral
Discussão
10:00-10:30INTERVALO
10:30-11:00CONFERÊNCIA: DISFUNÇÃO MICROVASCULAR CORONÁRIA NA ICFEP
11:00-12:00OPINIÃO DO ESPECIALISTA: A IMAGEM NO APOIO AO ARRITMOLOGISTA
Cardiomiopatia arritmogênica: muito além do ventrículo direito
O que a imagem pode oferecer na programação pré-ablação?
Discussão
12:00-12:30CONFERÊNCIA: AVALIAÇÃO E MANEJO DE PACIENTES COM ANGINA ESTÁVEL: O QUE FUNCIONARIA?
12:30-14:00INTERVALO
14:00-15:30MESA REDONDA: ANATÔMICO OU FUNCIONAL, AS MIL FACES DA DOENÇA CORONÁRIA
Caso clínico
Anatômico com certeza!
Funcional é o que importa, sempre foi e sempre será assim !
A clínica é soberana! E eis o que dizem as novas diretrizes
Discussão
15:30-16:00INTERVALO
16:00-17:30MESA REDONDA: MICROCIRCULAÇÃO E CONTROLE VASOGÊNICO NO CORAÇÃO FEMININO
INOCA e MINOCA: por que é mais frequente na mulher?
Papel da cintilografia de perfusão miocárdica com ou sem reserva de fluxo coronário
Estresse cardiovascular alterado e cintilo de perfusão miocárdica normal: devo sempre pensar em doença microvascular?
Elevação de enzimas cardíacas com coronárias normais: a ressonância magnética na definição de MINOCA
Discussão
17:30-18:30OPINIÃO DO ESPECIALISTA: AVALIAÇÃO POR IMAGEM DO CORAÇÃO PÓS COVID-19
O ecogradiograma normal é suficiente para voltar às atividades físicas?
Por que e quando a ressonância magnética é indispensável?
Discussão
Realização
Apoio
Gerenciamento


PLATINA

PRATA

Local do Evento

Centro de Convenções Frei Caneca

R. Frei Caneca, 569 - Bela Vista, São Paulo - SP, 01307-001

Mantenha-se informado e interaja com
nossa comunidade através de nossas redes sociais


USE A #CONGRESSODODIC2022


CANAIS OFICIAIS DO CONGRESSO